As Miúdas d’Hoje

Ao longo do ano, existem dias comemorativos que nos levam a refletir sobre determinados temas. Umas vezes para os valorizar, celebrar, aplaudir e outras vezes para apontar o dedo a alguém, lamentar e alertar para o muito que, ainda, há a fazer.

O Dia da Mulher tem todas estas facetas. Identificam-se e valorizam-se mulheres que sobressaem em campos profissionais mais tradicionalmente “vocacionados” para os homens, celebra-se a capacidade e o poder feminino e ainda… e ainda se tem que alertar para o muito que há a fazer…

Este ano não vai ser diferente. Volta-se a falar sobre os direitos, desigualdades, discriminações, etc… e imagino que este ano ainda se vai colar ao tema do Dia a recente discussão pública sobre o assédio sexual no mundo do desporto, da moda, do cinema…

As minhas filhas, que são Miúdas d’Hoje, inquietam-se com tudo isto. Questionam-se e questionam-me. Já não aceitam ver realidades tão duras de se ver. Já não aceitam ser tratadas como as Mulheres d’Amanhã.  Querem ter voz hoje, querem ser respeitadas, querem ser valorizadas, querem ser simplesmente o que são: Seres Humanos.

E eu entendo-as.

Acredito que todas as Miúdas-Mulheres d’Hoje por esse mundo fora que vivem em situação vulnerável, seja por que motivo for, também o entendem.

Acredito que todas as mães e filhas, portanto Mulheres, que vivem dependentes completas e de direitos incompletas que, para terem direito à sobrevivência, submetem-se  a situações desumanas.

Acredito que todas aquelas que não têm o direito a estudar, não têm o direito de escolher por quem se apaixonam, não têm o direito de opinar seja sobre o que for, também o entendem.

As Miúdas d’Hoje pertencem a uma nova geração.  Uma geração pluri, multi e inter. E é com orgulho legítimo que observo diariamente as minhas a esforçarem-se, não para serem melhores mulheres, mas sim melhores Seres Humanos.

Não é a isto que fazemos propaganda como se fossemos exemplo? O que será que nos falta?

 

 

 

Autor: Paula Jorge

Life & Executive Master Coach, Consultora & Formadora em Desenvolvimento Humano

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *